Portugaltunas - Tunas de Portugal

XI FITUIPS
/5 ( votos)

XI FITUIPS

AnTUNiA Vence FITUIPS Pelo 3º Ano Consecutivo

Nos passados dias 28 e 29 de Abril, a cidade de Santarém recebeu o XI FITUIPS, Festival de Tunas organizado pela Scalabituna - Tuna do Instituto Politécnico de Santarém. A edição deste ano contou com a participação das seguintes Tunas a concurso:
* anTUNiA
* TMUC
* Desertuna
* Hinoportuna

O Festival teve início na noite de 6ª feira 28 de Abril no Convento de S. Francisco com a noite de serenatas. A abertura da noite de Serenatas foi feita ao som do "1° e 2° Andamento do Soneto 1 para Guitarra Portuguesa", seguido de "Meu Amor vem ver o Rio" de Fernando Alvim interpretado Guilherme "Ídolos" Madeira, acompanhado à guitarra portuguesa por Ricardo "Gracinhas" Maques na guitarra clássica por João "Verde" Correia numa reconstituição do grupo "Três Bairros".
De seguida a anfitriã Scalabituna fez as honras da casas interpretando "Canto de uma Saudade" de Fernando Alvim na voz do solista Guilherme "Ídolos" Madeira seguido de "Lágrimas do Tejo" (adaptação do tema "Pássaros do Brasil”, de Kees Vlak), na voz do solista Diogo "Carapinha".

Das Tunas a concurso a Desertuna foi a primeira a atuar na noite de serenatas o original "Sinfonia de um Beijo" e "Balada do Desajeitado" de Quadrilha na voz do Solista "Bolha".
Seguiu-se a TMUC com dois temas originais "Balada da Despedida do 6° ano médico de 2007" na voz do solista Guilherme Camões e "Balada".
A anTUNiA também apresentou duas serenatas originais: "Sentidos" interpretado pelo solista Luís Gonçalves e "Serenata à Meia Noite".
A Hinoportuna encerraria a noite de serenatas com dois temas de Zeca Afonso, ambos interpretados pelo solista Ricardo Sá: "Que Amor não me Engana" e "Cantigas do Maio".

Para a noite de sábado dia 29 de Abril estava reservada a noite do Festival que teve igualmente lugar no Convento de S. Francisco.

A primeira Tuna a concurso a pisar o palco do FITUIPS foi Hinoportuna apresentando "Maio maduro Maio" de Zeca Afonso, seguido do instrumental "Duetos, "Meu Fado Meu" de Paulo de Carvalho na voz do solista Ricardo Sá e o original "Hino per Tuna". Apresentaram ainda o tema "Havemos de ir a Viana" de Paulo de Carvalho embora popularizado por Amália Rodrigues, uma moda minhota "Sou do Minho sou do Minho" terminando com "Rebenta de Bombos".

Em palco seguiu-se a anTUNiA que apresentou o original "Mar de Saudade", o instrumental "Concerto grosso em Rém" de Arcangelo Corelli e "O Tejo corre no Tejo" de Carminho. Prosseguiram com "Em Água e Sal" de Marco Rodrigues na voz do solista Luís Gonçalves, o original "Rastos de Sabor" e finalizando a sua atuação com "Senhora do Mar" de Vânia Fernandes/Andrej Babic.

Após o intervalo subiu a palco a Desertuna que apresentou os originais "Toninho", "Covilhâ", e "Vem Ver", a sua composição mais recente. Apresentaram ainda o instrumental "Spain" de Chick Corea, terminando com "O Infante" poema de Fernando Pessoa, musicado pela Desertuna e interpretado pelo solista António Marques "3/4".

A última Tuna a concurso a pisar o palco do XI FITUIPS foi a TMUC que apresentou como sempre um reportório composto exclusivamente por temas originais. Iniciaram a sua atuação com um dos temas mais conhecidos do universo tunante "Voar" interpretado pelo solista Daniel Vila Verde, seguido de "Coimbra dos amores", um excerto a cappella de "Canção ao Mondego" na voz do solista Guilherme Camões e do instrumental "Às Vezes". Prosseguiram ainda com "Cantar de Estudante" e terminando a atuação com "Balada da Despedida do 6° ano médico de 2008" uma vez mais nas vozes dos solistas de serviço Guilherme Camões e Daniel Vila Verde.

Enquanto o júri deliberava, subiu a palco a anfitriã Scalabituna que começou por apresentar "Noite de Verão" dos Trovante, seguido do "Medley Latino ("Comandante Che Guevara", "Corazon Espinado" e " La Tierra del Olvido") e de "O Último Romântico" de Lulu Santos. Apresentaram ainda "Flagrante" de António Zambujo na voz dos solistas Guilherme "Ídolos" Madeira e Diogo "Carapinha", terminando ao som do original "Chuva de Verão".

Procedeu-se de seguida à entrega dos prémios cuja deliberação coube ao júri composto por João de Carvalho (ator), Inês Barroso Lopes (vereadora da Câmara Municipal de Santarém), Pedro Carvalho (administrador do Instituto Politécnico de Santarém) e Vasco Tomás (Ex-tuno e Tuno Fundador da Scalabituna).

Melhor Serenata: anTUNiA
Melhor Pega: TMUC

Melhor Pandeireta: Desertuna
Melhor Bandeira: Desertuna
Melhor Solista: TMUC
Melhor Instrumental: anTUNiA
Melhor Tema Original: anTUNiA

Tuna Mais Bebedoura: TMUC
2ª Melhor Tuna: Desertuna
Prémio Victor Margarido (Tuna Mais Tuna): Desertuna
Melhor Tuna: anTUNiA


Parabéns à Scalabituna pela organização do seu XI FITUIPS e às Tunas presentes pelo espetáculo que apresentaram à cidade de Santarém. Um agradecimento especial à Scalabituna uma vez mais pelas condições proporcionadas para a realização desta reportagem.

Parceiros