Portugaltunas - Tunas de Portugal

5/5 (1 votos)

Estudantina Universitária de Coimbra

Portugal / Coimbra > Tunas

Corria o ano de 1984 quando a quinze iluminados, ocorreu a "lembradura" de recuperar o espírito e a postura da velha "Estundantina Académica de Coimbra", nascida nesta Academia lá pelos finais do século XIX (1888). Foi assim que, uns tempos antes do que viria a ser um grande sucesso no Sarau da Queima das Fitas de 1985, os destemidos "quinze", subiram a um palco personificando pela primeira vez em terras de Póvoa do Lanhoso, a Estudantina Universitária de Coimbra. Este grupo foi pioneiro e grande impulsionador daquilo a que hoje se chama vulgarmente o fenómeno das Tunas. De facto, foi este grupo o primeiro do seu género a representar Portugal e os seus estudantes em festivais além fronteiras, tendo igualmente sido o primeiro a registar discográficamente a sua obra.

Daí para cá "as luzes da ribalta" brilharam, e quer por terra, por mar, ou pelo ar, já correu a Estudantina meio mundo, isto é, Espanha, França, Bélgica, Holanda, Alemanha, Suiça, Itália, Finlândia, Luxemburgo, São Tomé e Príncipe, Porto Rico, Perú, Cabo Verde e "Japão (continente e ilhas)". Destacam-se as deslocações a Sevilha, na Expo ’92; a Lisboa, na Expo ’98; São Tomé e Príncipe em 1989, tendo como consequência a fundação da Associação de Amizade Coimbra/São Tomé; a Itália em 1994, por ocasião da visita oficial do Exº. S. Presidente da República Portuguesa, tendo actuado no Palácio Ducal em Génova e representação de Portugal na reunião magna de todos os países com assento na NATO.

A Estudantina foi agraciada em 1990 com a medalha de mérito do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras. É ainda Tuna de honra da Tuna de Arquitectura de Valladolid e da Tuna de Direto de Múrcia, Cuarentuna de Marbella, Tuna Universitária de São Martino de Porres (Perú). A Estudantina encontra-se geminada com a Tuna Universitãria de Salamanca, Tuna de Arquitectura de Valladolid, Cuarentuna de Alicante e Tuna de Universitária de Zaragoza. Editou três trabalhos discográficos: "Estudantina Passa" em 1989; "Canto da Noite" em 1992 e "Portugal Total" em 1998 e no âmbito dos festivais de Tunas editou o CD "V Festuna" e o CD Multimédia "VII Festuna - De Capa De Batina"; conta com participações em vários outros CDs de festivais de Tunas.

A Estudantina obteve numerosos prémios em festivais de Tunas quer a nível nacional quer a internacional. De cariz essencialmente popular na sua fundação, tem vindo, nos últimos anos, a assumir o papel de divulgação do património músical e cultural da Cidade de Coimbra, integrando no seu reportório peças de autores coimbrãos de estilos tão variados como o fado ou peças corais eruditas. A Estudantina organiza anualmente o FESTUNA - Festival Internacional de Tunas de Coimbra.

-----------------

URL Portugaltunas: http://www.portugaltunas.com/estudantinacoimbra

Site oficial: http://www.seccaodefado.com
Email: ****** (visível apenas a users registados/autenticados)
Telefone: ****** (visível apenas a users registados/autenticados)
Fax: ****** (visível apenas a users registados/autenticados)

Directório

pesquisa alfabética:

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Parceiros